E3: God of War da Santa Monica Studio para PS4

Tudo e todos os lugares mudam.

A mudança é uma parte essencial da vida. Em desenvolvimento criativo, a mudança é, muitas vezes, a fagulha explosiva que transforma bom o bastante em realmente memorável.

Vários anos atrás, nós na Santa Monica começamos a jornada de criar um novo God of War. Todos nós reconhecemos a honra especial e a responsabilidade de criar uma experiência diferente, melhor e mais memorável do que antes. Eu percebi logo no início que nós teríamos que fazer mudanças em todos os aspectos do jogo.

Eu sabia que nós não queríamos simplesmente fazer um reboot da franquia, começar de novo recontando a história. Eu queria reimaginar o gameplay, dar aos jogadores uma nova perspectiva e uma nova experiência ao mesmo tempo em que mergulhássemos mais profundamente na jornada emocional de Kratos para explorar o drama que se desdobra quando um semideus imortal toma a decisão de mudar.

Para Kratos, essa mudança significa quebrar o ciclo de violência, desconfiança e engano que sua família, o panteão grego, perpetuou por tanto tempo. Esse ciclo levou a uma série de péssimas decisões – os terríveis acordos com Ares, o assassinato de sua família e uma espiral de loucura, ira e sede de vingança que culminaran na épica destruição do Olimpo.

Ela também significa aprender como controlar sua fúria, o turbulento e intenso monstro que vive dentro dele, conduzindo-o a caminhos cada vez mais sombrios. Kratos precisava aprender a enjaular esse monstro, a tomar as rédeas e controlar quando ele deve ou não deve soltá-lo.

A fúria de Kratos provocou um monte de péssimas decisões em sua vida, então eu estava fascinado em ver o que aconteceria caso ele fizesse uma boa escolha. Com o que isso se pareceria? Como ele lidaria com esse caminho tortuoso e desconhecido? E, mais importante, por que ele faria isso?

A última pergunta foi respondida na minha própria vida com o nascimento do meu filho, um evento tremendamente transformador que me colocou para pensar sobre todos os tipos de mudança na vida. Mudar de verdade é difícil para os seres humanos, mas uma coisa que realmente nos motiva é a ideia de ser responsável por uma outra vida, especialmente a vida de uma criança. O peso dessa responsabilidade leva ao instinto de proteger, de querer evitar que os error de nosso passado os atinjam. Não há fim para as provações que passaremos, para as adversidades que venceremos para sermos melhores… por eles.

Uma vez que a decisão de mudar foi feita, as coisas ficaram realmente interessantes para Kratos e para todos nós aqui na SMS. O caminho para criar um novo God of War é uma subida sem fim por uma montanha colossal, cheia de desgraçadas falhas e doces sucessos.

Mudar é difícil, mas apesar disso tudo nós perseveramos, levantando toda vez que somos derrubados e celebrando cada dscoberta, sabendo que essa jornada acaba na realização de uma visão coletiva – uma grande mudança em algo que todos nós desejamos – a chance de sermos melhores.

Esse teaser jogável é apenas uma primeira mostra do novo começo de God of War. Estamos super ansiosos para mostrá-lo ainda mais conforme o jogo toma forma.

Fonte: Blog/Playstation BR