Microsoft cria câmera de baixo custo com visão sobrehumana

Uma parceria entre a Microsoft e a Universidade de Washington resultou em uma câmera que utiliza análise de múltiplos espectros de luz para enxergar coisas que não são visíveis a olho nu, por um custo que pode ser acessível para as massas.

A câmera ilumina a cena com luzes que passam pelo espectro de luz visível por humanos, e vai além, utilizando infra-vermelho, para captar e comparar imagens que dão destaque ao invisível. Dessa forma é possível iluminar vasos sanguíneos, ou identificar se uma fruta está madura, por exemplo.

Uma das novidades é um algoritmo que compara as fotos tiradas com iluminação comum e com infra-vermelho, para que se dê destaque apenas às partes que seres humanos não conseguem enxergar, como uma espécie de HDR mais tecnológico.

A câmera ainda não está à venda, mas segundo os pesquisadores, o plano é vendê-la a 50 dólares quando uma versão comercial for lançada. O acessório poderá ser acoplado a smartphones e utilizará a tela dos aparelhos para realizar as fotos. Veja o vídeo abaixo que mostra o funcionamento da novidade.

Fonte: Info/Abril