Por Anderson Angioletti
Edição Willian Domingues

Prepare-se, um dos lançamentos mais aguardado do ano acaba de chegar e está viciando milhares de gamers por todo o mundo. E você com certeza será o próximo! Estamos falando do aclamado campeão de vendas Tom Clancy’s The Division, da Ubisoft, um jogo emocionante e inovador que vai lhe garantir ótimas horas de muita estratégia e diversão em um envolvente e imersivo jogo de RPG de ação em mundo aberto. Totalmente em português, o game está disponível para Xbox One, PlayStation 4 e PC.

O jogo acontece em Nova York, que foi devastada por uma arma biológica em plena Black Friday, resultando em uma pandemia, pois os serviços básicos deixaram de funcionar e em poucos dias faltou água e comida. Centenas de pessoas morreram com o vírus e os que restaram acabaram se transformando em vândalos que tentam dominar a cidade. O game coloca o jogador na pele de um agente tático altamente capacitado que é convocado às pressas para restaurar a ordem na cidade. Conforme explora livremente Manhattan, sozinho ou em equipe com até três parceiros, o jogador encontra e enfrenta facções inimigas que tentam tirar proveito desse momento caótico.

The Division é um jogo de terceira pessoa, muito estratégico onde você terá que investir horas para entender e testar as novas habilidades e assim entrar em um consenso de qual tipo de jogador você é e em qual modelo você se adapta melhor (falaremos sobre isso mais à frente). Sinceramente, Tom Clancy`s The Division é um ótimo jogo, mas não é pra qualquer um e sim para um gamer de verdade. Muitos estão comparando e comentando que o The Division é o Destiny deste ano, não por causa das vendas, que por sinal estão ótimas e batendo recorde, e nem pelas semelhanças de um jogo com o outro, mas sim pelos seus elementos de MMO.

The Division é um jogo moderno, em terceira pessoa, estratégico, com muito realismo e com algumas acrobacias heróicas. É um RPG clássico de ação no maior estilo Diablo, porém que envolve armas de fogo e muito tiro e onde estatísticas as vezes importam mais do que sua própria habilidade.  A recompensa do jogo não está muito na história e em completar as missões, mas sim no modo de XP (experiência) e no loot que você vai adquirir no decorrer das batalhas.

the-division-assimquesejoga-5

Em grande parte do início do jogo você terá que gastar para desenvolver habilidades e ir construindo seu agente, onde a sorte tem que estar do seu lado pois os equipamentos e armas que chegam em suas mãos é o que manda. Assim, você vai descobrindo o que cada item pode fazer, desde uma simples joelheira, que precisa ter os níveis desejados e os atributos que você precisa, até sua arma principal, que precisa condizer com as habilidades atribuídas aos seus equipamentos para que ela seja mais eficiente que o normal.

the-division-assimquesejoga-1

The Division é um jogo que precisa de muita concentração, onde você não pode ir de peito aberto achando que é o Rambo, mas sim se esgueirar por coberturas estratégicas, cuidando por onde pisa e fugindo das malditas granadas que os inimigos vão jogar, fora os loucos que vem com armas brancas correndo pra cima de você. Ao meu ver, é um estilo de jogo bem longe de Destiny e sim mais próximo de Ghost Recon ou Gears of War.

No começo você sente que é um pouco lento e desajeitado ficar escondendo-se em coberturas, mas com o tempo, você irá se tornar mais flexível e inteligente, usando movimentos evasivos, aprendendo a entrar, sair e mudar de coberturas mais rapidamente. Você vai depender muito das habilidades ofensivas e defensivas que você aprende no decorrer da sua evolução como personagem e também sua arvore de talentos, onde você pode curar e reviver personagens aliados, utilizar minas moveis e drones que atordoam seus inimigos ou conseguir proteção extra pra você e seu grupo. Fora os temporizadores de cada habilidade, bônus dos modificadores e talentos que vão te trazer ainda mais aquele sentimento de evolução do MMO.

the-division-assimquesejoga-2

The Division não traz uma classe que você é obrigado a seguir, mas sim realizar missões onde você tem que ajudar os três departamentos de apoio (média, segurança e tecnologia) como agente da Divisão em uma cidade pós-apocalíptica. Cada departamento tem seu símbolo e cor onde você procura no mapa missões referente a elas, completando as mesmas você ganha pontos de recurso para ser gasto em seu respectivo departamento. Esses pontos gastos em um determinado departamento fazem de você um agente melhor, desbloqueando habilidades e novos talentos, fora as vantagens que são automáticas para seu personagem. Ao decorrer do seu nível você desbloqueia slots extras para escolher uma habilidade nova, como se curar ou curar os amigos com suas habilidades de médico ou drones e robôs fixos com metralhadoras que lhe ajudam no combate com habilidades de tecnologia.

Quando você alcança o nível máximo em alguma desses três categorias, você também libera habilidades chamadas de Signature Skills, estas habilidades são bem mais poderosas e benéficas em combate, porém elas tem um cooldown de uso maior que as outras. Cada jogador libera três slots no decorrer da evolução, sendo duas delas para as habilidades básicas e uma para o Signature Skills.

Abaixo você confere um resumo de cada árvore de habilidade e suas evoluções na base de operações. Cada habilidade tem sua base, suas modificações e por último a máster:

division-medical-wing

 

the-division-tech-wing

 

security

 

Os sistemas de habilidades são um pouco mais complexos do que parecem ser, as Skills são habilidades ativas, sendo assim você precisa ativar para ser lançada, desde uma estação de cura portátil ou jogar uma mina teleguiada em algum inimigo. Os talentos são habilidades passivas, são benefícios que você adquiri tendo que selecionar poucas para ficar ativa, como um impulso para melhorar a precisão ou de dano, ou ativado por condições especificas, como correr de cobertura para outra cobertura aumentando o dano ou a defesa quanto mais você fizer isso. Já os Perks (vantagens), são habilidades passivas que permitem transportar mais, ganhar mais experiência ou aumentar o seu dano.

Todas essas habilidades, talentos e vantagens tem um sistema sofisticado de modificador das armas e armaduras, colocado em um jogo de cooperação onde muitas delas não afetam só o seu personagem e sim os outros personagens do seu grupo atual. Isso interfere diretamente o grupo com o qual você esta, dando uma inesperada profundidade tática.

Por causa dessa profundidade tática, que digo ser um jogo tão estratégico, onde você precisa quebrar a cabeça se enterrando em um sistema de menus que precisa melhorar com o tempo. Prepare-se para se sentir oprimido com complexos sistemas de progressão, você terá que parar entre uma missão da história e outra, missões secundarias e encontros aleatórios para ver o que você evoluiu, armas e armaduras que você adquiriu, e essa quantidade de informações que você precisa digerir logo no começo do jogo, talvez ate muito cedo pra muitos.

the-division-assimquesejoga-7

Além desta grande quantidade de material que pode ser desafiador, Manhattan é dividida por zonas, cada uma demarcada com o nível recomendado, sendo as missões que também são marcadas em conformidade, porém, esse mundo aberto e livre do jogo faz com que você entre em locais que não deveria estar no seu nível facilmente, você não estará equipado o suficiente. Você pode pensar em ser o rei das snipers, achando que conseguirá matar outros inimigos com um tiro na cabeça, porem você deparara com inimigos que você dar quatro, cinco, seis tiros na cabeça e ele simplesmente não caem! Este tipo de situação é constrangedora, mas faz parte do RPG, inimigos não caem com um tiro só como em jogos de FPS puro.

As missões, em nível apropriado, no The Division podem ser extremamente difíceis para fazer sozinho, não digo que você não conseguirá fazer a missão em modo solo, porém algumas delas podem se tornar um pesadelo. A inteligência artificial é meio inconsistente, algumas missões você terá inimigos altamente qualificados, fazendo seu melhor para te flanquear, jogando granadas o tempo todo, fora o sniper lá no fundo que se você marcar bobeira levará um tiro lindo na cabeça sem ao menos saber da onde veio. No começo é mais difícil do que se possa imaginar, conforme você vai passando de nível e adquirindo novas habilidades e experiência com novas táticas e armas, o jogo vai facilitando e você vai pegando o jeito.

the-division-assimquesejoga-4

Online / Co-Op

Acho que nessa parte a Ubisoft acertou mais do que o esperado, a jogabilidade online de The Division é muito melhor do que qualquer outro jogo que joguei de MMO e o título faz com excelência a junção com outros jogadores. Você pode participar de um grupo procurando em sua base ou em qualquer outra casa segura (onde sempre você encontrará várias outras pessoas do seu nível), ou simplesmente parar em frente a missão que deseja e procurar aliados aos arredores para se ajudarem em uma partida rápida. Esse sistema de ajuda em co-op é o brilho do jogo, e é extremamente gratificante quando você pega uma boa equipe ou joga em conjunto com seus amigos, é ai que o bicho pega! Enquanto um tenta suprimir os inimigos flanqueando-os, outro ficam logo atrás distribuindo headshots com rifle de precisão, outro corre para reviver um aliado ou jogar seus postos de cura para seus companheiros. Isso tudo com os marcadores que não deixam se perder no meio da missão, as vezes pode até ser irritante, mas que ajuda muito e complementa com que a equipe se mova na direção certa. Nada que um belo trabalho em equipe, matando de forma eficiente e não deixando um companheiro morrer, isso é o que talvez não deixe você mais sair deste incrível jogo.

the-division-assimquesejoga-6

Mas nem tudo são glórias no co-op de The Division, pois existem várias casas seguras em comum, onde normalmente você avistará vários jogadores online do mesmo nível que o seu, que quando sairem de suas casas, deixará Nova York cheia de sobreviventes perdidos, cães e variados tipos de animais selvagens à solta e que mesmo assim, algumas vezes você não verá um outro agente para te ajudar e isso te deixará um pouco solitário, ao menos que você esteja em algum grupo. Uma boa solução para este tipo de problema é procurar outro grupo pra se juntar, mas o melhor mesmo é jogar com amigos de verdade, pois os grupos aleatórios tornam-se muitas vezes perdidos, principalmente quando um aliado seu não usa um microfone.

Outro fato é que você irá gastar inevitavelmente muito do seu tempo fazendo as mesmas coisas, a repetição é inevitável, sempre vai se deparar com os mesmos tipos de inimigos (com excessão dos chefões), com os mesmos tipos de ataques e mesmos estilos de missões. Tem também os chefes ou sub-chefes ridiculamente blindados sem nenhum tipo compreensível de explicação, que fará você pensar “como um ser humano da divisão aguenta consecutivos tiros de sniper sem morrer”, era mais fácil engolir isso de adversários extra-terrestres ou monstros, do que simples seres humanos. Estes são um dos poucos pontos chatos em The Division, mas isso não chega a ser um problema, pois tudo pode acontecer em um RPG.

the-division-assimquesejoga-3

Gráficos e Performance

The Division é lindo e sinceramente por ser um MMO/RPG, é espetacular! Rico em detalhes, um cenário mais bonito do que o outro rodando liso e sem travadas em 1080p a 60fps. Outro beneficio que me chamou bastante atenção é que o game tem poucos carregamentos, na verdade eles só existem quando você entra no jogo ou entre uma viagem rápida e outra. Tive poucos problemas até agora, já estou no nível 28 e foram bem poucas as vezes que o servidor caiu, mas isso é mínimo e se esvai quando paro para analisar a arquitetura gráfica feita em cima de Nova York, a quantidade de efeitos na iluminação e as condições meteorológicas dos ambientes no cenário pós-pandemia são magnificos e chegam a tirar o fôlego.

The Division também me impressiona por ser um jogo grande. Depois de mais de 30 horas de jogo eu ainda tenho níveis pra evoluir e muitas missões secundarias para fazer. A historia não é das mais envolventes, mas ela vai se entregando aos poucos e minuciosamente. Se você quiser prestar atenção em tudo o que esta acontecendo, garanto que se prenderá ao jogo muito mais horas do que imagina e quando você terminar a campanha que o jogo realmente vai começar. É aí que você vai para a DARK ZONE!

Dark Zone

Dark Zone é a parte PvP do The Division, é uma área murada no centro de Manhattan onde tudo pode acontecer, ela pode ser jogada desde os níveis menores até o limite do nível 30. Ela tem seu próprio equipamento e sistema de progressão, as suas próprias coleções e sua própria moeda. Aparentemente a Dark Zone é simples, você fica passeando pelas ruas, lutando contra os mesmos tipos de inimigos só que mais resistentes para pegar os equipamentos no final, porém aí que começa toda a treta, pois o saque está contaminado e não pode ser simplesmente retirado nos postos de controle, em vez disso, você terá que ir a um ponto de extração, chamar o helicóptero para poder pegar seus equipamentos de saque da zona escura e levar para seu estoque nas zonas seguras. Nesse intervalo de tempo é onde mora o perigo e onde existe a maior tensão no jogo, os outros jogadores. Você não pode morrer na zona escura e neste meio período em que chamar o helicóptero com certeza vão aparecer outros jogadores para roubar o seu saque, se você morrer o saque cai no chão e você perde tudo o que conseguiu até aí. Normalmente você ainda tem a chance de voltar ao local e tentar recuperar o que perdeu e mais o que os seus assassinos lhe roubaram. No meu ver, é aí que mora o clímax do jogo, imagine você com seus itens lendários e exóticos todo bobo em uma zona de extração, um local praticamente aberto, além mandar um sinal que chama atenção de todos ao redor comprometendo sua localização, os urubus de plantão não vão perdoar.

tom_clancys_the_division_darkzone

Eu tive algumas experiências ruins com os gringos, de se unir no meio da zona escura, tudo lindo maravilhoso, saqueamos tudo perfeitamente e na hora de extrair os saques, me tiraram do grupo e me caçaram pra me matar, na maior covardia, três contra um. Não preciso nem dizer como foi o final, mas bateu uma tristeza rs. Faz parte do MMO o esquema de saque e traição, então sempre fique de olhos abertos para saber identificar quem realmente é seu amigo. É esta adrenalina que vai te dar mais animo de jogar e ficar cada vez mais forte.

PONTUAÇÃO DO REVIEW
Jogabilidade
9
Gráficos
9.5
História
8
Multiplayer
10
Diversão
10
COMPARTILHE
Artigo anteriorVista o macacão, abaixe a viseira e acelere no beta aberto de TrackMania Turbo
Próximo artigoPré-venda de Ratchet and Clank começa nessa segunda-feira
  • Jp Galvão

    Solaris é top!